No momento de comprar pneus, é muito comum se deparar com a diferença entre pneu simétrico, assimétrico e direcional. Essa dúvida pode dificultar a escolha do tipo adequado ao veículo.

Entender a diferença entre os tipos de pneus é importante não só para o profissional, mas também para o proprietário do veículo, que terá a oportunidade de fazer a melhor escolha para o seu carro.

Elaboramos esse artigo apontando a principal diferença entre pneu simétrico, assimétrico e direcional. Esperamos, com essa informação, ajudar você na aquisição de jogo de pneus para o seu veículo. Aproveite sua leitura!

 

O que é um pneu simétrico, assimétrico e direcional?

 

Um pneu simétrico, assimétrico e direcional se difere, principalmente, por sua banda de rodagem.

A banda de rodagem é a parte do pneu que mantém contato direto com o solo. Ela serve para aumentar a resistência a atritos e evitar que o pneu sofra danos como cortes e perfurações.

No momento em que um veículo é direcionado, acelerado ou os freios são acionados, a banda de rodagem é quem responde a esses comandos.

Mantê-la em boas condições garante uma direção mais segura e maior controle do condutor sobre o veículo em movimento.

Geralmente, a banda de rodagem apresenta ranhuras e sulcos para formarem o desenho o pneu.

Os sulcos são espaços com a função de manter a drenagem de água, a refrigeração do pneu, a aderência ao solo e a redução de ruídos.

Já as ranhuras são o desenho que a banda de rodagem apresenta. Além de facilitar a drenagem da água em caso de pista molhada, elas ajudam da redução da temperatura do pneu, diminuindo também o ruído durante o movimento.

A classificação de um pneu como simétrico, assimétrico ou direcional é determinada de acordo com o desenho da banda de rodagem.

 

Pneu simétrico

 

O pneu simétrico não possui sentido de rodagem, logo, o seu posicionamento não influencia a montagem.

Esse é o tipo de pneu mais comum no mercado. Para identificar um pneu simétrico, basta verificar se ele possui indicação sobre o lado de montagem. Se não tiver nada, então é um pneu simétrico.

Em relação ao desenho dos sulcos, é possível observar que ele é igual dos dois lados da banda de rodagem, sendo dividido ao meio.

O pneu simétrico é indicado para condutores que trafegam em estradas e rodovias, em pistas de alta velocidade e secas, como o asfalto.

 

Pneu assimétrico

 

O pneu assimétrico já é desenvolvido com uma tecnologia mais moderna. Possui uma largura maior para que a banda de rodagem tenha mais contato com o chão.

Para identificar um pneu assimétrico deve-se observar se a lateral possui as informações:

  • Exterior/interior.
  • Outside/inside.
  • Extérieur/intérieur.

Essas informações possibilitam identificar se o pneu é assimétrico e indica a posição correta para montagem.

O pneu assimétrico é ideal para condutores que possuem veículos de maior potência, como os carros esportivos. Podem rodar em pistas secas e molhadas.

 

Pneu direcional

 

O pneu direcional possui um desenho bem parecido ao modelo simétrico. Mas ele contém algumas informações que são fundamentais para distinguir o pneu direcional.

Em sua lateral é comum ter um símbolo como uma flecha ou semelhante. Isso indica a posição correta de rotação do pneu.

Caso o pneu seja montado sem seguir a posição de rotação indicada, ele sofrerá um desgaste irregular, que pode colocar a direção em risco.

Esse tipo de pneu é recomendado para condutores que trafegam constantemente em pistas molhadas. Também é indicado em países com presença de neve. Entretanto, possui um ótimo desempenho para tráfego em solo seco.

 

Quais são as vantagens e desvantagens de cada tipo de pneu?

 

O pneu simétrico possui um custo mais acessível. Daí sua popularidade no mercado. É durável e de baixo ruído, mas é desenvolvido com uma tecnologia mais ultrapassada.

O tipo assimétrico garante uma direção mais segura, principalmente em pista molhada. Isso porque possui uma banda de rodagem maior. Produz baixo ruído e alta durabilidade. Em contrapartida, é mais caro em relação ao simétrico e direcional.

O pneu direcional garante maior segurança ao condutor para o tráfego em condições adversas, como chuvas e altas temperaturas. Possui um valor acessível e é resistente às variações climáticas. Porém, produz maior ruído e limita o processo de rodízio, já que possui rotação específica.

 

Como escolher o melhor tipo de pneu?

 

Antes de optar por um jogo de pneus simétrico, assimétrico ou direcional, é importante avaliar as vantagens e desvantagens de cada tipo.

Outro ponto importante é a utilidade do veículo e que tipo de via ele vai trafegar, além de suas condições.

Apesar dos pneus simétricos se adaptarem em diversos tipos de veículos e necessidades do condutor, vale lembrar que os tipos assimétricos e direcionais promovem mais segurança. Além de serem indicados para veículos esportivos.

Na dúvida sobre a melhor escolha, é recomendado solicitar ajuda a um especialista que trabalhe em uma loja de pneus ou o borracheiro de confiança.

É importante também consultar o manual do proprietário. Ele trará informações importantes sobre as medidas exatas do pneu para o veículo e o tipo mais adequado.

Agora que você sabe a diferença entre pneu simétrico, assimétrico e direcional, basta avaliar as especificações do seu veículo, sua utilização e o tipo de via mais comum. Essas informações serão fundamentais para garantir a escolha certa do pneu que vai proporcionar conforto e segurança durante a direção.

 

Modelos diferentes de pneu você encontra na FVA

 

A FVA é uma empresa especializada em produtos, ferramentas e equipamentos para auto center, truck center e borracharias, que presta atendimento para clientes em todo o Brasil.

Em nosso vasto estoque contempla uma linha completa de pneus fabricados pelas melhores empresas do mercado, que vai atender à necessidade do seu estabelecimento, seja simétrico, assimétrico ou direcional.

Venha conhecer a FVA e os nossos modelos de pneus para atender as necessidades dos seus clientes.

 

O que achou deste conteúdo? Deixe nos comentários, compartilhe nas suas redes sociais e continue acompanhando nosso blog para mais notícias do segmento automotivo.

Até a próxima!