A manutenção preventiva de veículos é um procedimento que deve fazer parte da rotina de proprietários de veículos. 

Além de aumentar a vida útil do carro, manter a manutenção preventiva de forma periódica garante segurança e economia.

Neste artigo, vamos aprofundar na importância da manutenção preventiva de veículos e os pontos de atenção para manter o carro seguro e com bom funcionamento. Então continue conosco!

 

Benefícios da manutenção preventiva dos veículos

Assim como procuramos o médico para realizar checkups regulares, os veículos também precisam de uma revisão periódica para verificar seu funcionamento.

Durante a manutenção preventiva, todos os componentes passam por verificações afim de avaliar seu desempenho e a necessidade de reparos ou trocas. 

Essa medida antecipa problemas que podem gerar maior custo ou colocar em risco a segurança e estabilidade do veículo.

Realizar a manutenção preventiva de veículos garante uma série de vantagens ao proprietário. As principais são:

  • Segurança:

Um veículo que passa pela manutenção preventiva está regularmente seguro para trafegar sem riscos de causar acidentes.

É importante lembrar que manter o veículo em bom funcionamento preserva não só a segurança do condutor e seus passageiros com a de outros condutores, passageiros e pedestres.

  • Economia:

Os procedimentos de manutenção preventiva possuem um custo menor do que a troca de peças danificadas por um problema que poderia ser evitado.

Outro ponto é que um componente que possui um mau funcionamento pode comprometer outras peças. Logo a correção pode custar mais caro ainda.

  • Eficiência:

Manter o veículo devidamente revisado potencializa seu desempenho, oferece menor consumo de combustível e ainda contribui com o meio ambiente, já que gera menos poluição do que um veículo com avarias.

  • Valorização:

Para melhorar o desempenho do veículo e garantir que todos os seus componentes estejam em bom funcionamento, a manutenção preventiva aumenta a valorização do carro para venda. 

Além disso, a venda também será realizada de maneira utilizada, já que a maioria das pessoas busca veículos que não vão demandar manutenção corretiva.

Quando o veículo passa por manutenção preventiva, a oficina responsável efetua uma varredura em todos os componentes para verificar o funcionamento e realizar pequenos reparos, ajustes e trocas de peças que já apresentam desgastes.

Geralmente, o fabricante do veículo fornece no manual do proprietário um esquema dos itens que devem passar por manutenção preventiva e sua periodicidade.

Algumas oficinas autorizadas ou de confiança do proprietário também desenvolvem esquemas próprios para a revisão periódica dos veículos.

No próximo parágrafo, vamos abordar esses itens que vão garantir a performance e segurança do veículo.

 

O que deve ser verificado na manutenção preventiva

Além da parte mecânica, o proprietário do veículo deve observar alguns itens que precisam de manutenção preventiva com maior frequência. 

Esses itens geralmente requerem uma revisão simples, mas precisam ser verificados com maior periodicidade. Veja quais são esses itens.

Pneus

Os pneus são um dos componentes responsáveis por manter o veículo em movimento em total segurança.

É importante avaliar o estado do jogo de pneus e se eles podem apresentar desgastes que possam comprometer a segurança e a estabilidade do carro, principalmente para evitar aquaplanagem.

As ranhuras do pneu precisam estar na forma adequada para aumentar a aderência ao solo e a calibragem precisar ser realizada pelo menos uma vez na semana. Para calibrar os pneus corretamente, basta consultar as recomendações no manual do proprietário.

O alinhamento é outro procedimento necessário para manter o veículo estável e manter a segurança durante a direção. Rodas e câmaras de ar também precisam estar em bom estado para manter os pneus sem deformidades.

Além do jogo de pneus, é importante verificar as condições do estepe para ele poder estar em boas condições caso precise ser usado.

Se os pneus estiverem comprometidos, vale considerar a troca do jogo, lembrando sempre de realizar a calibragem e o alinhamento adequados após a troca.

Suspensão

A suspensão sofre desgastes com o tempo de uso. Quando a suspensão está comprometida, a direção fica insegura e pesada, podendo gerar acidentes.

Logo, a suspensão também precisa passar por manutenção preventiva para garantir estabilidade na direção e a segurança do veículo.

Fluído de freios

Trocar o fluido de feio regularmente evita que o sistema hidráulico do veículo fique danificado e prejudique o funcionamento dos freios.

Esse procedimento também faz parte da manutenção preventiva para manter o bom funcionamento do sistema de frenagem.

Nível de água e óleo do motor

O nível do óleo de motor deve sempre ser verificado, pois, se estiver bem abaixo do nível, pode fundir o motor do veículo. Considerando o prejuízo, realizar esse tipo de manutenção preventiva tem um custo muito menor do que a troca do motor.

A água do radiador também deve ser verificada e esse procedimento pode ser realizado pelo próprio condutor. Manter o nível de água adequado no tanque permite o arrefecimento do radiador. O superaquecimento desse componente também compromete o motor do veículo.

Filtros de ar e combustível

A troca dos filtros é geralmente efetuada com a troca do óleo, para garantir a eficiência do motor. Esse procedimento também é fundamental para manter o bom funcionamento do motor.

 

A periodicidade da manutenção preventiva

É recomendado que a manutenção preventiva seja realizada de 6 em 6 meses ou a cada 10 km rodados.

Algumas oficinas elaboram um checklist de manutenção e um histórico das manutenções do cliente, seguindo as orientações do fabricante.

Sempre que o veículo for utilizado para viagens mais longas, é importante revisar os itens citados acima, principalmente as condições dos pneus e do estepe, mantendo a calibragem adequada.

A manutenção preventiva garante segurança, economia e tranquilidade para o condutor quanto ao funcionamento do veículo. 

Uma recomendação é manter uma reserva financeira para realizar a manutenção preventiva periodicamente. Afinal, o custo de prevenir é muito menor do que um conserto de grandes proporções. E quando o foco é segurança, o custo da manutenção preventiva vale a pena.

 

Para realizar a manutenção preventiva de pneus, a FVA é especialista!

A FVA possui mais de 20 anos de mercado, trabalhando com um estoque de produtos que atende a todas as necessidades do cliente.

Com uma linha completa de pneus e componentes para reparo, a FVA garante qualidade e segurança no momento da manutenção preventiva.

Fale com a FVA e adquira soluções de alta performance para a manutenção preventiva de veículos.

 

O que achou deste artigo? Comente, compartilhe nas suas redes sociais e acompanhe nosso blog para mais novidades como esta.

Até a próxima!